Textos

CONTA GOTAS


o que sei de amor
ainda não descobri
teu olhar sem aro
aberta porta que te vi
quem sabe um dia
na nossa singularidade
possas ser primeiro
que nenhuma outra verdade
consiga destruir
Ene Ribeiro
Enviado por Ene Ribeiro em 13/11/2018
Copyright © 2018. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários