Textos

QUEM TEM MEDO DE LOBO MAU?

Uns que abominam, por ter provocado e encontrado peso à altura e outros que bem viviam e foram espoliados do governo militar..

Tudo que tenho em mim de Educação, tudo que sei de Cultura, Cidadania, as coisas boas que a vida me proporcionou, devo a este período que dizem hoje que só teve coisa ruim.

O país era mais feliz - tirando os ataques comunistas que desestabilizaram a razão de todo mundo e desviaram o curso do que ia bem.

A vida era mais tranquila, a ordem existia fora do emblema e íamos muito bem em progresso, diante da atualidade da época.

Casos de corrupção no governo, por parte dos militares, não houve, pelo menos que eu tenha lembrança.

As famílias tinham um senso de união que hoje está perdido...

Tudo de bom teve naquele período.

Depois, a sociedade começou a degringolar em tudo e nem preciso enumerar; basta que saibamos no que culminou: nesta eleição da corrupção insistente querendo novamente o poder X uma leve imitação do que era antigamente. E esta está ganhando, mas...

Não creio que um capitão e um general vestidos de civis vão dar conta de colocar a casa em ordem. Será preciso efetivamente, muito mais que só um par deles. O próprio sistema impede que se implante o que eles desejam.

Será como um quartel sem homens; um alicerce que o vento derrubará com o tempo ou que então seja a mesmice dos outros civis que governaram.

Estou descrente do futuro, vendo tanta gente defendendo a "democracia", mas democracia não é o que vimos acontecer.
Passaram tantos anos falando mal do governo militar e hoje choramos uma certa rigidez que ele continha.

Não foram maus com a sociedade: só tentaram barrar a entrada e permanência do comunismo, que afinal, mostrou a que veio e ainda pode ter mais que nem imaginamos.

Falei, falei, mas... quem é o lobo mau?
Ene Ribeiro
Enviado por Ene Ribeiro em 10/10/2018
Alterado em 10/10/2018
Copyright © 2018. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários