Textos



 

A ESTRANHA ARTE DE PEGAR NO PÉ

Há pessoas que nos levam para cima, melhoram o nosso humor, colorem o nosso dia com presença positiva e tem quem nos derruba ao chão com inconveniência, com insistência, com baixo astral, porque não nos acrescenta nada de bom e ainda quer fazer parte do nosso dia a dia, sem caber no nosso estilo de vida...

Vivi uma experiência assim na véspera do natal:
Conheci uma pessoa rançosa que em meia hora de conversa me contou um rol de doenças que portava, falou sobre tireóide afetada, cólica renal, gota nas juntas, dificuldade para se alimentar, etc.
Tão sem assunto que pudesse gerar uma conversa agradável, que me assustou.
Tentei não manter contato - evitei ler suas mensagens de sApp, ele insistiu em serviço de mensagem tradicional; não satisfeito, adentrou ao RL para perturbar deixando comentários que eu apagava, fora as inúmeras ligações telefônicas, todas em hora imprópria.

Na noite do Natal foi a gota dágua!
Cheguei em casa após uma comemoração super alto astral e tinha inúmeras ligações marcadas no meu celular; isso já passava das duas da manhã.
Fui dormir, mas o sujeito insistia, insistia, até que perto das cinco horas eu perdi a paciência;
Gravei uma mensagem de voz bastante ríspida e decidida, pedindo para que ele sumisse do meu caminho!

Até agora surtiu efeito positivo, ele não perturbou mais, mas já era tarde:
Tinha conseguido me enfezar o suficiente para estragar o meu bom humor do dia a dia. Até inspiração para meus poemas ele interrompeu. Fica aquela sensação de que está de olho no que escrevo, sempre tomando para si o que digo.

Agora sim, se ler esse texto, vai saber o quanto a chatura de pegar no pé é insuportável!

A pessoa tem que ter arte para travar um conhecimento...
Tem que conhecer limites até onde pode ir, tem que saber a hora de parar.
Tem que dispor de encanto, ter cartas na manga para ser leve, divertido, tem que ter o dom da boa presença, ter carisma para poder ser desejado por perto;
Forçar a barra querendo ser aceito sem despertar nada que valha a pena conhecer, ai Cristo, que falta de senso!

Até para pegar no pé tem que ter arte.
Gente bronca, grosseira no trato, que fique longe, por favor e se for desses desequilibrados sem noção de nada, mais longe ainda, porque não fazem falta nenhuma, muito pelo contrário: é alívio quando se vão.

 


 
Ene Ribeiro
Enviado por Ene Ribeiro em 26/12/2017
Copyright © 2017. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários